0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Na sexta (05/12), às 20h, o pastor Josinei Mateus declarou oficialmente aberto o 16º Congresso da Mocidade Ágape, da Assembleia de Deus de Franca – Jardim Palma. O tema escolhido para o evento foi: “Arrependei-vos em verdade e avivai-vos no espírito”, baseado em Joel 2:12.

No primeiro dia do congresso participaram as mocidades das igrejas do Nova Franca e do São Francisco, além de outros irmãos de outras igrejas. A mensagem final ficou sob responsabilidade do pastor Osvaldo Luiz, de São Paulo, que fez uso da palavra de Deus em Genesis 12:4 que diz: “Assim partiu Abrão como o Senhor lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos quando saiu de Harã.”

Confira uma resenha* da mensagem.

pastor-osvaldo-luiz-primeiro-dia-congresso-franca

O povo saiu do cativeiro da babilônia e voltou para Israel. Mas estava tudo queimado e perdido. E eis que, para piorar, aparecem egípcios que se aproveitam da situação para planejar situações para que o povo pudesse murmurar contra Deus. Ofereceram sementes ruins que não germinariam e ainda para que fossem pagas em dobro. Riram dos que aceitaram, sabendo que nada frutificaria.

Mas Deus ordena que sol e água descessem sobre a terra de maneira justa e manda também que a semente se torne boa para que a terra pudesse produzir. Deus tem sementes boas para entregar para a mocidade. É necessário lançá-las pra colher 30, 60 e 100 vezes mais.

Deus prova o seu amor com Israel. As sementes dão frutos em dobro e o povo de Deus vende do melhor vinho para os egípcios e pagam a conta. No segundo ano eles produzem três vezes mais. O terceiro foram quatro vezes mais. Juntaram ouro e prata.

É assim que Deus faz. Ele torna o que não presta em coisa boa. Nas mãos Dele tudo próspera.

Mas no quarto ano eles venderam tudo o que tinham: ouro, prata, trigo e uva para que comprassem sementes de uva e isso lhes rendessem ainda mais…

Mas então, feito isso, Deus disse: “NÃO”. E o sol queimou a terra. O gafanhoto destruiu tudo. E a terra ficou dessolada depois de Deus ter abençoado de forma grandiosa plantios com sementes ruins que foram dadas pelos Egípcios.

Quando Deus resolve fechar a porta… quando Ele faz o seu Juízo, amados… Deus acerta as coisas.

Os israelitas foram até o profeta Joel perguntar se tinha sido Deus que realmente tinha feito tudo aquilo. Joel ora ao Senhor e Deus responde que SIM, pois o povo estava lhe devendo Glória.

Deus havia abençoado o povo por tanto tempo e este não havia lhe agradecido ou o adorado em nenhum momento. Mas ficaram contando ouro, prata e comendo do bom e do melhor. Adoraram outros deuses.

E, agora, como glorificar a Deus sem ter nada?

Mas havia uma promessa: “Se o meu povo, que me chama pelo meu nome, orar e me buscar com todo o seu coração, eu sararei a terra”. Era uma promessa para a oração de Salomão no templo.

Lembremo-nos da promessa feita por Deus à Abrão e Sarah. Ele velho e ela estéril. Deus faz deles uma nação. Deus faz de dois caldeus a nação de Israel.

Avivamento só acontecesse quando há um coração aquebrantado e agradecido diante de Deus. O segredo é adorar, é agradecer, é acreditar nas promessas e amar a Deus de todo o coração.

Assim como Abrão, precisamos sair. Sair da fofoca, de perto de pessoas que não possuem compromisso com Deus, das coisas que não gradam ao Pai. Abrão apagou a história de seu pai ao sair da sua parentela, mas escreveu uma nova história. Temos coragem de deixar o que fizemos, os prazeres que vivemos até hoje e escrever uma nova história?

As lágrimas, muitas vezes, são como tintas para Deus. Ao rasgarmos o coração diante Dele, Ele escreve uma nova história com tinta que não se apaga. Quando a sua história é escrita por Deus, como a de Abrão, ele escreve o seu nome entre as nações. Mas estamos, hoje, ainda falando das promessas feitas por Deus à Abrão.

Amados, façamos deste tempo o momento de uma entrega completa, de experiências verdadeiras e constantes com o Senhor. Façamos um acerto de contas com Deus. E, então, SEREMOS UMA BENÇÃO, como foi Abraão.

CLIQUE AQUI E VEJA GALERIA DE FOTOS DA FESTIVIDADE

congresso-2014-mocidade-agape

*Resenha é um texto a partir do que foi dito e entendido de um discurso sem que o contexto se perca.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×