0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Há vinte anos, os líderes evangélicos se preocupavam mais com a instrução bíblica da juventude quanto a relacionamentos, sexualidade, formação, etc. Não havia tantos shows e reuniões de “reteté” nas igrejas. Entretanto, de tempos em tempos, um preletor era convidado para falar, por exemplo, sobre namoro, noivado e casamento, assuntos que, hoje em dia, são considerados por muitas mentes “brilhantes” como ultrapassados e desinteressantes para a juventude.

No início da década de 1990, havia muitas palestras para jovens na minha igreja, a Assembleia de Deus da Lapa, em São Paulo. Lembro-me de que, por ocasião do meu noivado, sofri uma grande pressão e estava a ponto de desistir de tudo. Minha noiva (hoje, minha esposa), Luciana, e eu nos amávamos muito e, por isso, queríamos casar, constituir uma família e ser felizes. Em contraposição, tínhamos muitas dúvidas, e as dificuldades financeiras eram imensas… Mas Deus nos socorreu.

Numa dessas palestras que tratam de assuntos “ultrapassados” e “desinteressantes” — como namoro, noivado e casamento —, fiz uma pergunta anônima por escrito ao preletor, o saudoso pastor Valdir Nunes Bícego, a respeito da nossa dificuldade. E ele respondeu: “O dinheiro não é o mais importante, na vida. O mais importante é ter dignidade, trabalhar, estudar, ser honesto, andar de cabeça erguida e, sobretudo, ser obediente a Deus e saber que Ele está no controle de todas as coisas”. Aquele “simples” conselho foi decisivo. E, desde então, passei a descansar no Senhor e a ter uma certeza inabalável de que o Senhor está no controle de todas as coisas.

Artigo do pastor Ciro Sanches Zibord publicado originalmente no site da CPAD. Ciro é pastor, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Autor do best-seller “Erros que os pregadores devem evitar” e das obras “Mais erros que os pregadores devem evitar”, “Erros que os adoradores devem evitar”, “Evangelhos que Paulo jamais pregaria”, “Adolescentes S/A” e “Perguntas intrigantes que os jovens costumam fazer”, todos títulos da CPAD. É ainda co-autor da obra “Teologia Sistemática Pentecostal”, também da CPAD.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×