0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

No domingo (20/12) o pastor Armando Taranto Neto, do Rio de Janeiro, ministrou a palavra final do culto da Assembleia de Deus de Franca – Jardim Palma. Ele leu a Bíblia em João 12:24, que diz: Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.

Confira uma resenha* da mensagem.

Jesus poderia se comparar com várias plantas. Mas comparou-se com uma semente de trigo. Existem mais de 30 mil de cruzamento genético de trigo. Mas basicamente existem três.

O pão vem do trigo. Quando havia abundância de pão o povo era abençoado. Mas houve também 13 secas. E aí falta alimento. Essas secas tinha relacionamento com a desobediência do povo.

Jesus disse: eu sou o pão da vida.

A semente, na Bíblia, é sempre boa. O que vai prestar, ou não, é o terreno em que ela vai cair.

Certa vez um homem plantou trigo. Mas ao perceber viu que havia crescido junto, o Joio. O joio não precisa ser plantado. O que é bom precisa ser cultivado com carinho, mas o que não presta nasce sozinho e cresce rápido e abundante.

Quiseram então retirar o joio do meio do trigo. Mas nessa vontade de arrancar o joio o trigo também poderia ser tirado, pois ele parece muito com o trigo. A diferença é que o joio não dá nenhum fruto.

Estamos nos últimos dias na terra. E o Senhor também não permite que tiremos o Joio. Porque a esperança é que esse joio possa ser transformado em trigo. O problema é que nos dias atuais tem trigo virando joio.

Nós fomos comprados pelo precioso sangue do Cordeiro de Deus, portanto, cresçamos e rendemos frutos para o Reino.

O primeiro passo para um trigo se tornar pão é abrir a terra, colocar a semente e tampar a semente. A semente some das vistas. E assim devemos ser. Hoje há crentes que gostam de holofote. Mas precisamos aprender a desaparecer para que Ele, o Mestre, possa aparecer.

Quanto mais a velha criatura (o velho Adão) for subjugado, o mais eu humano desaparece e Cristo aparece. Aquele que se humilhar, Deus honra.

Estamos vivendo a geração imediatista, mas o segundo da passo é esperar. A semente fica escondida na terra, esperando o momento certo de aparecer. O vinho, quando mais tempo fica guardado, melhor ele fica. As nossas esperanças estão fundamentadas no Céu. Tudo o que é bom e louvável é que devemos pensar e esperar.

No terceiro passo a semente ressurge diferente, em uma folhinha verde com broto. Deixe-se transformar pela Água e pelo Espírito em uma nova criatura.

É necessário também retirar as cascas do trigo. Para isso ele leva várias varadas duras e a casca é retirada. A palha fica de um lado e o trigo do outro. Vem o vento e leva embora a palha.
As varas que não dão fruto vão para o fogo. Já as varas que dão fruto são raspadas e isso pode ser dolorido. Mas esse processo faz com que a vara frutifique ainda mais. Portanto, irmãos, alegrem-se quando o Senhor o provar.

O último processo do trigo para se tornar pão é ser moído. Isaias disse que Ele (Jesus) seria moído. E Jesus sofreu, muito, e foi morto na cruz por nossos pecados. Somos os frutos de Ele ser moído por nossas transgressões.

*Resenha é um resumo do que foi dito e entendido de um discurso ou texto por quem o escreveu, sem que o contexto se perca.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×