0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

A reflexão é oportuna para os dias atuais. Os tempos são de dizer “estou decepcionado com a Igreja”. Mas por quê? Entendemos que talvez seja pelo o que a “Igreja instituição” está se tornando. Muitas estão se afastando completamente do verdadeiro significado de ser Corpo de Cristo, e trocando a cabeça, que deveria ser cristo, pelo dinheiro, por pastores e cantores celebridades e afins. Mas esse artigo do Charles Campos*, diretor de Comunicação da Igreja Batista da Lagoinha, nos faz pensar individualmente o que cada um pode fazer por essa igreja.

Confira o artigo!

O que espero da Igreja?

É interessante refletir sobre a maneira como nos relacionamos com a igreja atualmente. Igreja é o Corpo de Cristo, sua noiva, a qual ele prometeu que voltará para encontrá-la. É a igreja, unida e em comunhão com os irmãos que experimenta as manifestações sobrenaturais de Deus. É por meio dela que o evangelho, as boas novas são anunciadas a todo aquele que crê e confessa a Jesus como Senhor e Salvador. Essa é a igreja, irmãos que vivem em comunhão com Cristo e com os outros.

Prédio, construções, espaço físico não são igreja, apenas abrigam os santos de Deus que ali estão para receber, celebrar e repartir o que de Deus recebem.

No entanto, parece que para alguns a igreja é um lugar de troca, um clube ou instituição na qual se compram cotas e passam a ter direitos. Assim, exigências absurdas são impostas como prestação de serviço além de líderes que se portam como empreendedores e negociantes da fé.

Entretanto, a beleza da igreja supera as decepções criadas por aqueles que a tem como apenas um local terreno. A igreja é santa, é imaculada, é a representante de Jesus na terra e apresenta o reino de Deus aos homens.

Fico espantado quando ouço alguém dizer: “Estou decepcionado com a igreja”. Pergunto, como? Como alguém pode se decepcionar com si mesmo e não buscar uma transformação? Talvez a resposta seja o fraco relacionamento com o “dono” da igreja, nosso amado Senhor Jesus. Quem vive reclamando da igreja, vive com seus olhos naquilo que é terreno e parece não conhecer o que é a verdadeira igreja de Cristo.

Encorajo a todos a superar decepções e voltar-se à beleza da igreja formada por preciosos irmãos e também irmãos falhos, mas que na caminhada cristã podem ser aperfeiçoados por Deus. Essa igreja verdadeira se reúne, adora e celebra, mas com um coração puro e quebrantado. Prédios e construções são apenas locais usados para se reunir. É necessário compreender que a instituição existe e nela homens podem falhar, contudo transferir a culpa humana para Deus e abandoná-lo por motivos, na maioria carnais, revela que os olhos estão fitos no que é terreno e não no que é eterno.

Esse é o tempo de olharmos para o autor e consumador da nossa fé. É nele que nos fortalecemos e renovamos nossas forças para caminhar de fé em fé e de vitória em vitória.

Assim, espero da igreja que minha vida contribua para que ela cresça e seja a manifestação do Reino de Deus. Espero que nela eu possa servir aos irmãos da fé. Espero que minha vida seja uma referência para outros. Espero encontrar com Jesus e ouvir: “Vinde bendito de meu Pai, tenho preparado a você igreja minha, um lugar junto a mim”.

Aleluia! Espero servir a igreja e não ser servido.

*Artigo de Charles Campos, diretor de Comunicação da Igreja Batista da Lagoinha e superintendente da Rede Super de televisão, pastor e obreiro em tempo integral. É formado em teologia pelo Seminário Teológico Carisma e pela FATE (Faculdade de Teologia).

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×