0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Enquanto é janeiro, reafirmemos nossos propósitos diante de Deus, a fim de que, quando dezembro chegar, não venhamos a frustrar-nos diante do tempo desperdiçado.

Enquanto é janeiro, ponhamo-nos a ler, a estudar e a pesquisar a Bíblia Sagrada. Há muito que se aprender com a Palavra de Deus. Em seus conselhos, teremos segurança e conforto, para enfrentar todo um ano de desafios, perplexidades e angústias.

Enquanto é janeiro, intercedamos pelos que ainda não receberam o Cristo de Deus. E, quando este ano findar, veremos, mui satisfeitos, as almas que ajudamos a resgatar das garras de Satanás. Ore, nenhuma oração ficará sem resposta.

Enquanto é janeiro, libertemo-nos de antigos vícios e maus costumes. Se nos disciplinarmos, agora, ver-nos-emos melhores no final deste ano. Lembre-se: estamos em constante construção. Nosso aperfeiçoamento começa no tempo e continua na eternidade. Somente Deus é sumamente perfeito.

Enquanto é janeiro, refaça as amizades. Você verá que, andando mais uma milha com os que nos aborrecem, passaremos a conhecer melhor a quem consideramos inimigos. Uma única milha nem sempre é suficiente para refazer os vínculos da fraternidade. Cristo andou todas por nós. É nessas caminhadas que nasce o irmão e revela-se o amigo.

Enquanto é janeiro, discipline os seus gastos. Não se deixe consumir pelo consumismo. Economize. Lembre-se: a economia do arroz faz-se na boca do saco. Depois que este se esvazia, só fica o racionamento.

Enquanto é janeiro, modere-se no comer. Quando perdemos peso, ganhamos saúde. Nutra-se mais; alimente-se menos.

Enquanto é janeiro, exercite-se. Ande. Caminhe, movimente-se. Se possível, dispense elevadores e escadas rolantes.

Enquanto é janeiro, mais ouça que fale. Quando nos calamos, somos tidos por sábios. Ouvir sempre; falar apenas o suficiente.

Enquanto é janeiro, chore com os que choram, para que, quando dezembro chegar, todos possamos sorrir.

Lembre-se: ainda é janeiro. Não podemos desperdiçar nenhum minuto. Aprendamos a remir o tempo que nos proporciona o Senhor.

Artigo publicado originalmente no site da CPAD pelo pastor Claudionor de Andrade, que é Consultor Teológico da CPAD, membro da Casa de Letras Emílio Conde, teólogo, conferencista, Comentarista das Revistas Lições Bíblicas da CPAD e autor dos livros “As Verdades Centrais da Fé Cristã”, “Manual do Conselheiro Cristão”, “Teologia da Educação Cristã”, “Manual do Superintendente da Escola Dominical”, “Dicionário Teológico”, “As Disciplinas da Vida Cristã”, “Jeremias – O Profeta da Esperança”, “Geografia Bíblica”, “História de Jerusalém”, “Fundamentos Bíblicos de um Autêntico Avivamento”, “Merecem Confiança as Profecias?”, “Comentário Bíblico de Judas”, “Dicionário Bíblico das Profecias” e “Comentário Bíblico de Jó”, dentre outros títulos da CPAD.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×