0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Na terceira semana da campanha ‘Família: núcleo da vontade de Deus’ o tema ‘RELACIONAMENTO FAMILIAR, tratamento entre cônjuges, dialogo, sexo e intimidade’ foi abordado pelo presbítero Mauro Lima, que leu em Gêneses 2:24, que diz: Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.

Confira a resenha da mensagem

A palavra do Senhor lida nos dá a entender o plano de Deus para o casamento. Quando a gente casa, cada um vai para a sua lua de Mel. E quando o casal chega em casa tudo é novo. Os primeiros dias do casamento são só de alegria. Muitos elogios, carinho e tudo o mais. Agora, ele vai trabalhar e fica desejoso voltar pra casa.

E os dias vão passando e os nossos defeitos vão aparecendo. Defeitos que não eram vistos no período de namoro. E é aí que, de fato, o casamento de ‘uma só carne’ começa.

Hoje eu tenho uma palavra um pouco mais forte e destinada aos maridos.

Há maridos que querem que as suas opiniões prevaleçam sobre os das esposas. E esse é um caminho ruim pra relação. Há maridos que falam mal da esposa pros amigos, pra família. Mas aquele que ama não fala mal e não despreza a sua amada. Faça elogios à sua esposa. Isso faz uma grande diferença no relacionamento.

Mas o marido inteligente procura honrar a esposa e valorizar as qualidades dela. Ele começa a considerar muito mais as necessidades dela do que as suas. No casamento o “eu” deixa de existir e dá lugar ao “nós”. Nós vamos fazer, nós vamos ter muitos filhos, Nós vamos comprar.

Sua esposa tem sentido falta sua quando você vai trabalhar ou você está longe? Quando seu marido está dentro da sua casa há paz dentro do seu lar? Se na sua casa tivessem 10 maridos iguais ao seu, sua casa seria um céu ou um inferno? Que nós possamos refletir nas respostas e que a nossa casa possa ser o céu.

Os maridos se preocupam muito com o sustento da casa. Isso faz parte do papel do homem. A esposa, quando trabalha, é apenas para complemento do orçamento. Há esposas sobrecarregadas. O homem deve assumir o seu papel. O homem é o sacerdote do lar e como tal, deve também assumir a oração da casa.

Casais vão ficando mais velhos e perdem o carinho. Não beijam mais a esposa, não a abraçam, não fazem uma surpresa simples ou criativa, quando você não tem dinheiro pra algo mais chique. Os filhos precisam ver esses carinhos mais simples entre os pais.

Quando você tem domínio próprio, na hora da briga, você vai saber o momento de ouvir e a hora de você falar. Temos um combinado no curso de casais que chama “TRÉGUA’. No calor da discussão que você seja o primeiro a falar a palavra “TRÉGUA”. Dentro de cinco minutos você vai refletir melhor para resolver a questão.

Há esposas que mandam o marido ir dormir na sala. E como castigo não dão nem uma coberta. A sua cama é lugar de intimidade. Não espere o outro dia. Não durma com uma questão não resolvida. Outra coisa: No seu quarto não deve entrar ninguém, a não ser o casal, portanto, tranque-o.

Falemos sobre fidelidade. E não apenas em relação ao relacionamento sexual. Mas em falar a verdade e não esconder nada da esposa. Como pode a sua esposa confiar em você se você esconde coisas dela? Não existe mentirinha santa. Uma hora ela se torna numa grande mentira em que você não terá mais controle.

Casamento com base sólida

campanha-familia-relacionamento-conjugal-mauro-lima-2015

Precisamos que o nosso casamento esteja sobre uma base sólida. Não dá pra ser um amontoado de coisas. Precisa ser um muro forte baseado na Palavra de Deus. O muro simboliza a proteção da família, dos filhos, do casal.

Muitas vezes esse muro é abalado, claro, seja por um desapontamento com o cônjuge. Mas se você não trata isso com ele, isso acaba abrindo a primeira brecha do muro de proteção.

Em outras vezes você pode ter uma falta de diálogo entre o casal. É necessário sentar e ter boas conversas em família. A falta de comunicação traz também traz brechas.

Talvez o seu problema seja a falta de carinho entre os casais. E aí é outra brecha no seu casamento. Quem sabe você não tem sido fiel. Isso também vai abri mais uma brechinha.

Se é a sua opinião que sempre prevalece e se não há acordos dentro da casa brechas também vão aparecer. E quantas outras coisas podem abrir brechas.

Mas se você teve um desapontamento, diga isso e busque uma solução. Se há falta de carinho, comece a demonstrar isso a partir de hoje. Se não há diálogo, exercite conversar um pouco mais. Passe a ter fidelidade com o seu cônjuge. Busque acordos e passe a ouvir o outro. Agindo assim você vai fechar todas as brechas do seu relacionamento e o muro de proteção do seu lar estará por inteiro.

E para ajudar no alicerce do seu muro e a suprir as suas necessidades nós temos a presença do Espirito Santo, que nos ajuda a cuidar do muro de proteção. Faça a sua parte e busque em Deus a força para reestrutura a sua vida conjugal.

campanha-familia-relacionamento-conjugal-mauro-lima-2015-
Família Forte, Igreja Forte. Igreja Forte, Sociedade Melhor

Todas as quartas-feiras, às 19h30 até o dia 4 de novembro, haverá cultos (aberto ao público) com temas que vão abordar todas as esferas da família. A Bíblia Sagrada traz ensinamentos para um relacionamento saudável entre o homem e a mulher, entre os filhos e pais, parentes e amigos. Mas também sobre vida íntima do casal, educação dos filhos, sonhos, desenvolvimento do amor são alguns dos assuntos trazidos pela palavra de Deus em relação à família. “A Família, por ser tão importante para a sociedade e para a igreja, deve ser protegida, cuidada e valorizada”, explica o presbítero João Cirilo, idealizador do projeto.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×