0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Na quinta semana (07/10) da campanha ‘Família: núcleo da vontade de Deus’ assuntos relacionados à mulher como edificação da casa (Pv 14:1; Tt 2:5) e auxiliadora (Ef 5:22; Cl 3:18) foram abordados pela irmã Ana. Entre várias coisas a irmã disse que o homem é o sacerdote da casa e que a mulher é a auxiliadora do esposo.

Confira uma resenha* da mensagem

O homem e a mulher foram criados para completar um ao outro, conforme gênesis 2:18. Foi da costela que Deus fez Eva, para que eles andassem lado a lado. Nem na frente, nem para trás.

A mulher é uma intercessora. Interceda pela sua família, pelo seu marido quando ele vai trabalhar. Muitas mulheres trabalham também, mas se você fica em casa exerce o poder da intercessão e veras o quanto a sua família será abençoada.

Tenha sabedoria e lance palavras boa na vida do seu esposo: amor, carinho compreensão. Conforme nos diz Provérbios 14:1, toda a mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola a derriba com suas próprias mãos.

A mulher sabia tem paciência com o marido e os filhos. Cuida da casa com amor. Não fica cobrando ou reclamando de tudo. Já a mulher tola não tem paciência e reclama de tudo. Tem marido que preferi ficar na rua porque não aguenta tanta reclamação dentro de casa.

Em Efésios fala sobre a mulher auxiliadora. Auxiliar é estar ao lado, apoiar o esposa nas decisões, no seu ministério e orar a todo momento.

Há muito que confundem quando se diz que a mulher deve ser submissão. Submissão não é jugo, não tem relação com não poder expressar as suas ideias. Submissão é um exercício mútuo entre o casal. Não se pode querer que as coisas sejam apenas de um jeito.

Os maridos devem amar as esposas como Cristo amou a igreja e por ela se integrou. As mulheres devem se sujeitar aos maridos assim como ao Senhor. Respeitem-se um ao outro. Tenham amor. Orem. Esteja juntos na alegria e na doença até que a morte os separe.

Família Forte, Igreja Forte. Igreja Forte, Sociedade Melhor

Todas as quartas-feiras, às 19h30 até o dia 4 de novembro, haverá cultos (aberto ao público) com temas que vão abordar todas as esferas da família. A Bíblia Sagrada traz ensinamentos para um relacionamento saudável entre o homem e a mulher, entre os filhos e pais, parentes e amigos. Mas também sobre vida íntima do casal, educação dos filhos, sonhos, desenvolvimento do amor são alguns dos assuntos trazidos pela palavra de Deus em relação à família. “A Família, por ser tão importante para a sociedade e para a igreja, deve ser protegida, cuidada e valorizada”, explica o presbítero João Cirilo, idealizador do projeto.

*Resenha é um resumo do que foi dito e entendido de um discurso ou texto por quem o escreveu, sem que o contexto se perca.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×