0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Deus não é como um ditador que vai estabelecendo regras no meio do caminho, mas ele é um Deus de princípios.

Ao chamar Abraão para dar início a uma nação que seria mui numerosa, Deus pede a ele que abandone sua terra e deixe para traz sua parentela. Essa orientação de Deus pode ser lida no capítulo 15.1 de Gênesis. No versículo 4 vemos que, ao sair de sua terra, Abraão leva consigo, além de seus empregados, seu sobrinho Ló, que havia ficado órfão.

No capítulo 13, quando ambos, tio e sobrinho, haviam ficado ricos possuindo muito gado, foi-se necessário fazer uma separação, pois seus pastores estavam entrando em conflitos que eram trazidos a conhecimento deles, de modo que sempre se viam em dificuldades e constrangimentos.

À Ló, Abraão facultou a oportunidade de escolher para qual lado da terra de Canaã iria, pois ele seguiria para o lado oposto. Ló optou por seguir em direção às campinas do Jordão, em direção à Sodoma e Gomorra. Lá se tornou um comerciante e começou a ficar inda mais rico, até que certo dia e ele e sua família foram levados cativos em decorrência de uma guerra.

Abraão, com seus 318 servos, precisou intervir para libertar o sobrinho, atraindo sobre si e seus descendentes a inimizade do rei Quedorlaomer e seus aliados, o que lhe trouxe bastante preocupação. Ló, depois que foi libertado, seguiu novamente para Sodoma. Como aquela cidade viviam uma vida de intensa pecaminosidade, Deus decidiu destruí-la (assim como a Gomorra). Ló foi orientado a deixar a cidade às pressas para não ser destruído também. Sua mulher, ao olhar para traz, no momento do êxodo, foi transformada em estatua de sal.

Mais tarde, quando Ló se estabeleceu em uma região montanhosa próxima dali, foi embebedado por suas filhas que o levaram à prática de incesto, cujos filhos nascidos dessa relação de pecado, se tornaram ferrenhos inimigos do povo de Deus.

Se pararmos para pensar, haveríamos de convir que a história de Ló não tivesse terminado de maneira tão lamentável, caso Abraão o houvesse impedido de deixar sua terra natal consigo, pois a orientação de Deus era para ele sair só de lá deixando para traz todos os seus parentes. Isso nos faz refletir também sobre a importância de nos atentarmos aos detalhes das orientações que vem de Deus, pois, caso sejam seguidas à risca, estaremos livres de efeitos colaterais.

Mas a pergunta que não quer calar é a seguinte: Deus nos dá certas orientações simplesmente por que gosta de exercer sua autoridade divina, ou existe uma razão lógica e isenta de uma ação egocêntrica por parte dEle? Sim, essa lógica à parte de uma ação egoísta, de fato, existe. Deus não é como um ditador que vai estabelecendo regras no meio do caminho, mas ele é um Deus de princípios. E obedecê-los à risca é uma das coisas mais sérias que devemos fazer.

Quando Ele nos pede para seguirmos certa ordem, ele está querendo deixar claro que devemos, simplesmente, seguir àquilo que é correto. Assim como que para o carro andar precisa ter gasolina, pneus, e todas as outras peças necessárias, obedecer à Deus, nada mais é do que obedecer a ordem correta de funcionamento das coisas.

As consequências, em caso de desobediência, não significam que Deus seja mal e vingativo como o ditador da Correia do Norte que mata ou castiga a seu bel prazer, mas que tentamos fazer as coisas funcionarem de um modo que não é o adequado.

Se colocarmos o dedo dentro do liquidificador na hora em que estamos batendo um suco, sem sombra de dúvidas, o suco terá sangue nosso, pois a hélice trituradora irá cortar nosso dedo. Portanto, devemos obediência a Deus não por temor às consequências ruins, mas porque é o certo a se fazer.

Por ser onisciente (saber todas as coisas sobre passado, presente e futuro) e onipresente (estar todos os lugares), suas orientações sempre serão as corretas, por mais ilógicas que possam parecer. Abrão fez mal em querer levar seu sobrinho órfão consigo? Não. Mas ele não sabia das consequências dessa atitude – Deus sabia.

 

Fonte: https://artigos.gospelprime.com.br/importancia-de-obedecer-deus/?utm_content=bufferbf0c4&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×